Postado em 15 de abril, por NOMAD

Investimentos

Análise fundamentalista: em busca do preço justo de uma ação

No momento de comprar e vender, nada melhor do que saber identificar o preço justo do que é negociado. É por isso que a análise fundamentalista se tornou uma das estratégias mais adotadas pelos grandes investidores do mercado financeiro. 

Na análise fundamentalista, a busca pelo preço justo de uma ação passa por uma série de aspectos importantes que devem ser levados em consideração; desde o contexto macroeconômico e questões qualitativas da própria empresa.

Nesse artigo, vamos explicar um pouco mais sobre essa estratégia de investimento e como os fundamentos de uma empresa podem te ajudar na hora de investir. Confira.

O que é análise fundamentalista?

A análise fundamentalista é uma estratégia de investimento que tem por objetivo medir o valor intrínseco de um título. Isto é, ela mede o valor justo, examinando fatores econômicos e financeiros relacionados aos ativos.

Em outras palavras, os investidores que usam essa metodologia estudam os elementos que possam afetar o valor da empresa, incluindo:

  • fatores macroeconômicos, como o estado da economia e as condições da indústria; 
  • fatores microeconômicos, como a eficácia da gestão da empresa.

Diferenças entre a análise fundamentalista e análise técnica

Como foi mencionado, a análise fundamentalista busca descobrir qual o valor justo da empresa com base em seus relatórios financeiros, perspectivas de crescimento, vantagens competitivas e contexto macroeconômico, dentre outros fatores. 

Assim, as decisões de investimento adotadas com base na análise fundamentalista buscam identificar se uma empresa está sendo negociada acima ou abaixo do seu valor justo para, então, decidir se é uma boa oportunidade de compra ou venda.

Já a análise técnica tem por objetivo entender a movimentação dos preços por meio dos gráficos. Para isso, ela observa padrões de comportamento dos investidores, aspectos de oferta e demanda de um determinado ativo e também a interferência do seu volume de negociação. 

As decisões de investimentos com base na análise técnica são pautadas na identificação dos melhores momentos ou pontos de compra e venda de um ativo, de acordo com o histórico de movimentação e comportamento de preços.

Como funciona a análise fundamentalista?

Os analistas fundamentalistas tentam determinar se uma ação ou um ativo está valorizado corretamente dentro do preço negociado no mercado. A análise fundamentalista pode ser feita, por exemplo, de uma perspectiva macro para micro, ou seja, partindo do contexto econômico até chegar nos relatórios financeiros da empresa.

Do ponto de vista macro, os analistas normalmente estudam o estado geral da economia e a força do setor específico, incluindo aspectos como, por exemplo:

  • taxas de juros;
  • taxa de desemprego;
  • crescimento do PIB. 

Já em relação à perspectiva micro, a análise fundamentalista usa, para determinar o valor subjacente de uma empresa e o potencial de crescimento futuro, dados como:

  • receitas;
  • ganhos;
  • crescimento futuro;
  • retorno sobre o patrimônio;
  • margens de lucro. 

Vale citar que todos esses dados estão disponíveis nas demonstrações financeiras de uma empresa.

Aspectos qualitativos da análise fundamentalista

Além de observar os números da empresa e da economia na qual ela está inserida, o analista fundamentalista também faz uma avaliação de aspectos qualitativos do negócio. Isso, para avaliar aspectos como vantagens competitivas, modelo de negócio, histórico dos gestores, dentre outros. 

Conheça, a seguir, os principais aspectos qualitativos analisados.

  1. Modelo de Negócios

Nesse aspecto, o que se busca entender é o que exatamente a empresa faz. E isso não é tão simples quanto parece. 

Por exemplo, se o modelo de negócios de uma empresa é baseado na venda de frango de fast-food, ela está ganhando dinheiro dessa maneira? Ou está apenas custeando royalties e taxas de franquia? 

  1. Vantagens Competitivas

Um fator importante para o sucesso de longo prazo de uma empresa é a sua capacidade de manter uma vantagem competitiva. 

Vantagens competitivas, como as da marca Coca-Cola e o domínio da Microsoft sobre o sistema operacional de computadores pessoais, criam um fosso de proteção em torno de um negócio, o que permite manter os concorrentes afastados.

  1. Gestores

Alguns acreditam que conhecer a fundo os gestores é o critério mais importante para investir em uma empresa. Isto porque, mesmo o melhor modelo de negócios está condenado se os líderes da empresa não executarem adequadamente o plano. 

Embora seja difícil para os investidores de varejo conhecer e avaliar verdadeiramente os gestores, você pode olhar o site da empresa, na área de relacionamento com investidores e verificar os currículos e histórico dos altos escalões e dos membros do conselho. 

  1. Governança Corporativa:

A governança corporativa descreve as políticas em vigor dentro de uma organização, estabelecendo a forma de relacionamento e as responsabilidades entre a administração, diretores e acionistas. 

Essas políticas são definidas e determinadas no estatuto da empresa, juntamente com os regulamentos societários, para determinar que a empresa que seja administrada de forma ética, justa, transparente e eficiente. 

Outro ponto importante é verificar se a administração respeita os direitos e os interesses dos acionistas estabelecidos no Estatuto, bem como se as comunicações estão transparentes, claras e compreensíveis. 

O que é o preço justo?

Uma das principais premissas da análise fundamentalista é que o preço atual de mercado das ações, na maioria das vezes, não reflete o valor real da empresa. Os analistas geralmente se referem a esse valor verdadeiro hipotético como o valor intrínseco ou preço justo. 

Vale destacar, no entanto, que não existe uma fórmula ou metodologia única para se chegar ao valor intrínseco de uma ação. Por isso, é comum que existam diferentes indicações de preço justo para ela. 

Por exemplo, digamos que as ações de uma empresa estavam sendo negociadas a $20 e, após uma extensa pesquisa sobre a empresa, um analista X determina que deveria valer $24. Contudo, um outro analista faz a mesma pesquisa, mas determina que deveria valer $26.

Com base nisso, muitos investidores consideram a média dessas estimativas e assumem que o valor intrínseco da ação, nesse caso, pode estar próximo de $25. 

Limitações e cuidados com a análise fundamentalista

Apesar de ser a análise mais utilizada pelos grandes investidores do mercado, essa metodologia apresenta algumas limitações em razão da possibilidade de diferentes resultados segundo o tipo de abordagem da análise. Assim, não há uma garantia de que o preço de mercado da ação vá chegar no patamar do resultado da análise.

Por isso, os investidores consideram as análises como estimativas para identificar possíveis ações negociadas a preços significativamente abaixo desses valores intrínsecos. Isso, na expectativa de que, no longo prazo, o mercado de ações reflita os seus fundamentos. 

O problema é que ninguém sabe quanto tempo realmente é o “longo prazo”. Podem ser dias ou anos e é por isso que essa estratégia de investimento deve levar em conta o perfil de risco do investidor, assim como o seu nível de experiência e de conhecimento técnico sobre o mercado. 

Agora que você já conhece a análise fundamentalista – uma das principais estratégias de investimento utilizadas pelos grandes investidores – nada melhor do que se aprofundar no tema e começar a estudar os relatórios financeiros das suas ações preferidas.

#

A NOMAD

873 El Camino Real, Menlo
Park, CA 94025 USA


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

logo ourinvest logo fram capital