Postado em 24 de maio, por NOMAD

Nomad

Compras internacionais: saiba porque é o momento de comprar nos EUA!

O isolamento social aflorou o ímpeto dos brasileiros pelas compras internacionais nos Estados Unidos, prova disso são os sites para compras internacionais como Amazon e Shopee estão aproveitando o momento e marcando presença cada vez mais na preferência dos brasileiros. Com o final das restrições para as viagens internacionais essa tônica deve permanecer por um bom tempo. 

E se você não quiser ficar de fora desse novo mercado aquecido, embarque neste artigo e confira a lista que preparamos, repleta de dicas e motivos para focar nas compras internacionais neste ano. Confira!

Quais são as vantagens em fazer compras internacionais nos Estados Unidos?

Historicamente os Estados Unidos são um destino extremamente desejado e requisitado pelos brasileiros. E isso não acontece por acaso, o destino possui diversas vantagens que explicam essa predileção.

  • Economia garantida

De modo geral, comprar no exterior é sinônimo de vantagem. Em alguns casos, a maior preocupação é como trazer o item comprado no exterior de volta para o Brasil.

Isso se dá por conta de que, em um primeiro momento, os produtos lá fora possuem preços bem mais atrativos do que encontramos no mercado nacional. 

E isso vale mesmo quando levada em consideração a conversão do real para o dólar, evidenciando a vantagem das compras internacionais serem feitas principalmente nos Estados Unidos.

Além disso, um benefício a ser citado é o dos produtos possuírem menos impostos agregados em seu valor no exterior.

Por exemplo, para importar smartphones você precisa pagar o equivalente a 39, 80% do valor final do produto apenas em taxas – segundo uma pesquisa feita em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

  • Facilidade e variedade nas compras internacionais

Se você gosta de ter várias opções na hora de escolher o que comprar, sem dúvida as compras internacionais nos Estados Unidos vão te agradar. As grandes marcas mundiais estão presentes nos EUA em todos os cantos! Para quem é fã da Apple, a loja americana tem preços bem mais acessíveis do que a brasileira. Outras categorias que motivam os brasileiros a comprar fora são os produtos de beleza, cosméticos e perfumes. 

Além de lojas como a Best Buy e Walmart que são conhecidas mundialmente e oferecem facilidade na compra de eletrônicos, especialmente celulares, videogames, câmeras fotográficas e computadores.

  • Você tem acesso as principais novidades do mercado

Comprar um produto direto em seu lançamento tem um sentimento todo especial, não é mesmo? 

O iPhone 13, por exemplo, foi lançado em setembro de 2021 nos EUA, porém, só chegou ao Brasil no mês seguinte – e com relatos de indisponibilidade dos aparelhos.

Existe um limite para compras internacionais nos Estados Unidos?

Desde o começo de 2022 existe uma nova cota para compras internacionais de brasileiros no exterior. 

Para ser isento de impostos, o limite passou a ser de US$ 1.000 por pessoa. Na cotação de abril de 2022, pouco mais de R$ 5.600. Inclusive, essa cota em dólares inclui as crianças e as compras precisam ser de caráter pessoal. 

Essa nova cota vale tanto para produtos adquiridos em outros países quanto para produtos comprados nos chamados Duty Frees, as lojas francas de portos e aeroportos.

1 mil dólares para gastar: o que comprar nos EUA?

Mesmo com essa limitação monetária, ainda existem excelentes itens que podem ser comprados nos Estados Unidos. 
Os MacBooks ficam na faixa dos 699 dólares, por exemplo. Já os iPhone 13 custavam em torno dos US$ 699 na data do lançamento, deixando ainda mais de 300 dólares para outras compras.

Taxas de compra no exterior: saiba como são aplicadas

As compras internacionais são tão atrativas, pois os valores costumam ser muito mais acessíveis, em comparação com os do Brasil, especialmente nos produtos eletrônicos. Contudo, na compra desses itens, há a necessidade de pagar impostos, como a taxa de importação

Entenda melhor como funciona essa taxação de produtos importados: 

  • Como funciona a alfândega no Brasil?

Você já deve ter escutado aquela expressão: “ficou preso na alfândega!”

Na verdade, essa é uma das etapas do desembaraço aduaneiro que consiste em uma inspeção para ser liberado ou não para o Brasil, e é feito pela alfândega. 

Este é o órgão fiscalizador do tráfego de mercadorias. Além de verificar qual o material que entra ou sai do país, a alfândega também checa se a quantidade e o valor do que é trazido correspondem ao que foi informado pelo viajante ou exportador.

  • Meu produto ficou retido, e agora?

Agora você vai conhecer a taxa de importação! Cobrada pela Receita Federal (RF), ela só tem a necessidade de pagamento confirmada quando o produto importado chega em solo brasileiro. Isso ocorre porque a RF fiscaliza apenas os centros de distribuição responsáveis pela entrega.

Ou seja, você paga pelo produto na hora da compra e só quando fiscalizado pela Receita saberá se será taxado ou não. A notificação chegará pelo site dos Correios ou por e-mail, dependendo do centro de distribuição que receberá a mercadoria.

Nessa notificação, você também saberá o valor que deve ser pago para a liberação da compra. Sendo assim, o processo de entrega do item só terá continuidade após a confirmação do pagamento da taxa de importação.

  • Como é feita e qual o valor dessa cobrança?

Para saber qual é o valor da taxa de importação, analise o preço da mercadoria. Atualmente, são taxados produtos que custam mais de US$ 100, e o imposto de importação equivale a 60% do valor do item. Além disso, são incluídos frete e seguro. 

Lembrando que o cálculo sempre é feito em dólares!

Quer ver um exemplo? Imagine que você comprou um celular de US$ 300, com mais US$ 10 de seguro e US$ 40 de frete, totalizando US$ 350. Considerando que o dólar convertido está por volta dos R$4,60 (dados de abril/22) o preço do produto convertido é R$1.617,00.

Ou seja, como a arrecadação  máxima que poderá ser cobrada é de US$ 210 (R$ 970,20). Somando a taxa de importação com o preço de venda, a mercadoria custará R$ 2537,7.7 no final. 

  • Existem produtos livres de taxação? 

Sim! Nem toda mercadoria trazida via compras internacionais passa por essa malha fina e acaba taxada.

No caso, medicamentos e aparelhos médicos, cujo valor total não seja superior a US $10.000 passam livre. Livros, jornais e periódicos também têm imunidade tributária.

  • ICMS

Além do imposto citado acima, uma das taxas aplicadas em compras internacionais que merece sua atenção é o ICMS. Essa, inclusive, varia de acordo com o estado do comprador. 

Atualmente, a alíquota desse imposto é de 17% na maioria dos estados do Brasil, porém alguns são isentos. Em destaque de maiores cobranças estão o Rio Grande do Sul (17,5%), Santa Catarina (17%) e Minas Gerais (18%). 

IOF para compras internacionais: entenda como funciona

Antes de mais nada vamos entender o que é esse imposto.

O Imposto sobre Operações Financeiras, conhecido como IOF, é um imposto federal cobrado sobre todas as transações financeiras, sejam estas realizadas por pessoas físicas ou jurídicas. Ele também está presente em qualquer operação titular, de valores imobiliários e financeiros.

A cada operação é cobrada uma taxa, reconhecida como recolhimento proporcional aos investimentos.

E como o IOF é aplicado nas compras internacionais? Vamos entender melhor essa cobrança: 

  • Compra e venda de moeda estrangeira

Atualmente, a compra de moeda estrangeira em espécie está sujeita a um IOF de 1,10%,

  • Compras internacionais feitas no cartão de crédito

Se sua intenção é realizar compras internacionais no cartão de crédito, tenha atenção! Presencialmente ou online – em sites de fora – a taxa do IOF é de 6,38% sobre o valor final da compra. 

Crédito, débito ou em espécie? Explore as possibilidades

Em primeiro lugar, o planejamento é essencial. Quem deseja mergulhar no mundo das compras internacionais precisa de um bom planejamento do que pretende adquirir e uma boa pesquisa de preços.

Além disso, existem algumas dicas que é importante adotar na hora das compras:

  • Fuja do cartão de crédito e economize!

Mesmo com toda a praticidade que ele proporciona, comprar no crédito não é a melhor alternativa quando falamos de compras internacionais

Isso se deve ao IOF que é cobrado. Com a taxa por volta dos 6,38%, o valor das transações ficam muito mais caras.

  • Débito nas compras internacionais: a melhor opção!

Sem dúvida essa é a alternativa mais atraente para comprar fora do país. 

Essa economia fica clara quando vemos o valor do IOF que é muito menor, por volta de apenas 1,1%. Se optar pelo cartão de débito da Nomad, a situação fica melhor ainda! Você fica isento de taxas de ativação ou anuidade. 

Com o débito você também fica livre do spread abusivo de 4% que é cobrado na maioria das outras instituições financeiras. Aqui, a taxa é de até 2%!

  • Dinheiro em espécie só para emergências

Definitivamente esse método de pagamento deve ser utilizado apenas em último caso.

Além da insegurança da perda ou do roubo e não ter um plano B, a taxa de câmbio cobrada é sempre bem acima do dólar comercial, ainda mais com a cotação que enfrentamos nesse momento. 

Fora a famosa taxa de administração cobrada por essas empresas que encarece ainda mais o câmbio.

  • Economia e praticidade: faça suas compras com a conta global da Nomad!

A conta global Nomad é uma mão na roda para quem quer fazer compras internacionais nos Estados Unidos

Além disso, você tem acesso à cotação do dólar comercial, mais em conta do que a do turismo e não precisará arcar com o IOF a cada transação, já que a taxa é cobrada apenas na hora de depositar dinheiro na conta internacional.

E para quem ama economizar, o cartão de débito Nomad é perfeito! Você pode fazer compras e pagamentos nessa modalidade sem se preocupar com mensalidade ou custo de manutenção. E tem mais: o cartão pode pode ser utilizado em 39 países além dos EUA.

O que vale a pena comprar nos Estados Unidos?

Boa parte dos brasileiros que rumam para os Estados Unidos colocam as compras internacionais como prioridade. Aliás, decidir o que comprar por lá, com tantas opções disponíveis, pode não ser tão fácil quanto parece.

  • Eletrônicos

Se tem algo que está sempre na mira dos brasileiros são os artigos eletrônicos! Com as taxas de importação nas alturas, os preços praticados nos EUA são altamente atrativos. 

Algumas lojas por lá chamam a atenção pela qualidade e valores justos:

  • Walmart;
  • Best Buy;
  • Amazon
  • Roupas e sapatos

Esses são itens que sem dúvida estão na lista de quem planeja fazer compras internacionais, sejam eles para uso próprio ou para presente: eles estão lá!

E para quem quer comprar com qualidade e sem encarecer o passeio, as melhores opções são essas: 

  • Ross;
  • Marshalls;
  • TJMaxx
  • Facilite suas compras internacionais com a Nomad

Com a Nomad, você pode ter sua conta-corrente americana e um cartão que oferece ainda mais liberdade nas suas compras internacionais. Baixe nosso app e aproveite os benefícios de ser Nomad!

Conheça os 5 melhores sites para comprar nos Estados Unidos

Conhecer os melhores sites para comprar nos EUA é muito importante quando falamos de compras internacionais

Com eles as possibilidades são infinitas e os preços são extremamente atraentes quando comparados ao Brasil. E tem mais: os produtos têm a garantia da originalidade e a qualidade é garantida. 

Algumas delas não enviam diretamente para o Brasil, mas isso não é um problema porque você entendeu como funciona a importação e as taxas aplicadas, não é mesmo?

  • Amazon

Essa é a maior varejista online do mundo. Na Amazon, você encontra praticamente qualquer coisa: roupas, equipamentos eletrônicos, suplementos alimentares, instrumentos musicais, brinquedos, cosméticos etc.

Todo o processo de compra é bem intuitivo, desde abrir uma conta até finalizar o pedido.

Com a filial brasileira, os envios foram facilitados, mas é bom averiguar se o produto comprado pode ser despachado antes de finalizar o pedido.

  • Macy’s

Referência quando o assunto são lojas de departamento, a Macy’s se destaca nos itens para casa: cama, mesa, banho, decoração e roupas, artigos esportivos, produtos de beleza, perfumes, calçados, bolsas, relógios e até joias.

Essa loja aceita a compra com cartões emitidos no Brasil e também envia direto para nosso país.

  • eBAY

Já são mais de 150 milhões de clientes neste site norte-americano. Com 20 anos de mercado, o eBay disponibiliza produtos novos e usados em 8 categorias como eletrônicos, moda, saúde e beleza, esportes e muito mais.

Ademais, o eBay se destaca de outros marketplaces por permitir a compra por leilão, no qual o usuário dá lances em itens e pode comprar produtos por preços vantajosos. 

As datas de entrega estimadas podem ser de até 30 dias e é possível fazer pagamentos por cartão de crédito internacional, PayPal e Google Pay.

  • Best Buy

A verdadeira meca dos produtos eletrônicos, a Best Buy é uma excelente opção para compras internacionais. 

A loja vende notebooks, tablets, videogames, impressoras, TVs, smartphones e muito mais! Os preços são invariavelmente bem mais em conta do que os encontrados no Brasil. O ambiente virtual da Best Buy é bastante prático e não tem nenhum segredo para fazer as suas compras por aqui.

  • Sears

A Sears também é uma loja de departamento bastante famosa e um bom destino para compras internacionais nos Estados Unidos.

Conta com incríveis promoções tanto nas lojas físicas quanto em sua loja virtual e a marca é bastante conhecida pelos preços baixos e produtos de boa qualidade. Podendo encontrar de tudo: desde roupas a móveis e ferramentas.

Mas atente-se que a Sears não tem uma política definida quanto ao envio direto para o Brasil. Informe-se antes de comprar!

Compras internacionais nos EUA: como receber diretamente no Brasil?

O redirecionador de encomendas pode te ajudar com isso! 

Caso você não conheça ainda esse serviço, entenda como ele funciona: você quer um novo tablet mas ele só é vendido nos EUA para pessoas que moram por lá. Com o serviço de redirecionamento, a loja fará a compra com um endereço americano e enviará para você o pacote no Brasil.

Com isso, você adquire o que precisa sem burocracia, pois a empresa contratada lidará com todo o processo de compra e envio.

É uma ótima alternativa para quem costuma fazer um grande volume de compras internacionais em lojas que não entregam no Brasil, ou mesmo quem procura economizar comprando lá fora.

Vantagens de utilizar o serviço do redirecionador de encomendas

A maior vantagem desse serviço são as portas abertas para suas compras. 

Com ele, você pode fazer compras internacionais de qualquer lugar do mundo, e elas serão entregues nos países atendidos pela empresa de redirecionamento.

3 dicas incríveis para economizar em compras no exterior

Os preços menores e a variedade de produtos que não estão disponíveis no Brasil tornam as compras internacionais extremamente atrativas.

Mesmo que nos últimos anos a moeda americana tenha se valorizado ao longo do tempo, existem diversos produtos que ainda valem a pena incluir na lista de compras no exterior. 

Além disso, existem algumas maneiras de economizar ainda mais nas suas compras internacionais, seja pela internet ou em viagens. Dê uma olhada:

  • Evite o cartão de crédito

Mesmo com toda a praticidade que ele proporciona, comprar no crédito não é a melhor alternativa quando falamos de compras internacionais

Isso se deve ao IOF que é cobrado. A taxa deste imposto ronda 6,38%, ou seja, o valor das transações ficam muito mais caras!

  • O cartão de débito é a melhor pedida!

Sem dúvida essa é a alternativa mais atraente para comprar fora do país. 

Essa economia fica clara quando vemos o valor do IOF que é muito menor, por volta de apenas 1,1%. Optando pelo cartão de débito da Nomad, a situação fica melhor ainda!

Com ele você fica isento de taxas de ativação ou anuidade. 

Com o débito você também fica livre do spread abusivo de 4% que é cobrado na maioria das outras instituições financeiras. Aqui, a taxa é de até 2%!

  • Olho no dólar: atente-se a cotação e tenha uma conta com a moeda vigente

A conta global Nomad é perfeita para quem quer fazer compras internacionais nos Estados Unidos

Você sabia que com ela você tem acesso à cotação do dólar comercial? 

Isso mesmo! Com essa cotação mais em conta, não precisará arcar com o IOF a cada transação, já que a taxa é cobrada apenas na hora de depositar dinheiro na conta internacional.

Facilite suas compras internacionais com a Nomad

Com a Nomad, você pode ter sua conta-corrente americana e um cartão que oferece ainda mais liberdade nas suas compras internacionais. Baixe nosso app e aproveite os benefícios de ser Nomad!


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital