Postado em 06 de junho, por NOMAD

Viagens

Navegue com a Nomad no Dia Mundial dos Oceanos

Levantar âncora, pois é hora de zarpar! Neste Dia Mundial dos Oceanos, você tem uma cabine especial para os principais destinos pelas águas internacionais. Um roteiro de viagem completo para aproveitar, em qualquer época do ano, as melhores praias e atrações marítimas.

Seja embarcado ou das areias, são muitas as formas de curtir a data do Dia Mundial dos Oceanos. Uma praia paradisíaca, um mergulho para ver corais de perto, relaxar em uma ilha ou nadar em águas cristalinas. São várias dicas para a sua próxima viagem. 

Comemorada no dia 8 de junho, a data foi criada com o objetivo de relembrar a importância da preservação dos oceanos e da biodiversidade para a vida no planeta e na sociedade. Isso porque eles contribuem para o equilíbrio climático, além de serem fontes importantes de alimentação no mundo.

Navegar é preciso e vamos te guiar pelos cenários mais inesquecíveis. Conheça o nosso guia de viagem.

Hanalei – Hawaí

Localizada na ilha de Kauai, no Havaí, Hanalei é muito procurada por sua beleza singular e por sua formação em baía, possibilitando uma visão repleta de lindas paisagens em diversos pontos ao longo do percurso. 

É a opção perfeita para quem quer viajar pelas belezas do Havaí e também ter uma experiência mais calma, conhecendo as tradições do arquipélago. Hanalei possui uma ótima infraestrutura de restaurantes e lojas – e é super fácil chegar de carro do aeroporto de Lihue.  

A Baía de Hanalei foi eleita uma das praias mais bonitas do mundo em 2021, pela revista Travel Leisure. Realmente, o destino é um cartão-postal vivo, com o mar entre as montanhas. Uma das opções para hospedagem é o Hanalei Bay Resort, com uma das melhores vistas para a região. 

Não deixe de praticar uma infinidade de esportes aquáticos que a ilha oferece, como caiaque, stand up paddle e mergulho com snorkel. As ondas suaves são a pedida perfeita para quem quer surfar.

Navagio Beach — Grécia

Ir para a Grécia já é sinônimo de juntar toda a história com as belezas naturais que rondam a região. Atenas, Santorini e Mykonos sempre estão nos principais guias de viagem da Grécia. Se você quer complementar o seu roteiro com um lugar singular, vá até a Navagio Beach, na ilha de Zakynthos.

Em uma pesquisa rápida, será difícil acreditar que a praia é real. O azul iluminado das águas se mistura à areia formada por pequenas pedras arredondadas. A praia é pequena, dando um ar de exclusividade. Seu nome é devido a um navio que naufragou nos anos 1980 e, com o tempo, foi carregado para a orla e está lá até hoje.

Para chegar ao local, primeiro pegue um navio ou barco até a ilha de Zakynthos. Depois você precisará escolher entre as duas formas de visitar a praia. Pelo mirante, a vista é deslumbrante e é possível ver todo o mar e a pequena faixa de areia. Para chegar à praia é preciso escolher entre os diversos passeios de barco disponíveis, já que ela é cercada pela formação rochosa. Não deixe de navegar pelas Blue Caves.

A ilha possui infraestrutura completa e é super fácil de se locomover entre os pontos. Escolha hotéis entre Zakynthos Town ou Laganas, com boas opções de serviços.

Algarve – Portugal

Este destino tem virado um dos favoritos pelos turistas mundiais. E não é para menos! Algarve é uma das regiões de Portugal que parece ter saído de uma pintura, com o mar, areia e formações rochosas se misturando e, ao mesmo tempo, contrastando o azul com o amarelo terroso das falésias.

Partir de Lisboa é a opção mais fácil, com uma viagem de carro com duração inferior a três horas. As principais cidades da região são Albufeira, Faro e Tavira, com infraestrutura completa para você escolher qualquer uma como base. São várias praias na região e o mais fácil é viajar de carro e ir conhecendo aos poucos.

Não faltam pontos de parada neste roteiro de praias de Algarve, incluindo:  

  • Praia do Camilo
  • Dona Ana, Benagil
  • Carvoeiro
  • Praia do Carvalho
  • Marinha
  • João Arens
  • Vale do Centeanes


A geografia da região ainda oferece uma das atrações mais surpreendentes da Europa: a Gruta de Benagil. Este é um dos passeios para fazer de barco, ir de caiaque ou até de stand up paddle. 

Jamaica

O país inteiro é um convite para aproveitar a data em paisagens de tirar o fôlego. Seven Mile Beach, Monkey Island, Monkey Island e Frenchman’s Cove são alguns dos pontos que você não pode deixar de conhecer na ilha.

Apesar das boas temperaturas ao longo de todo o ano, opte por viajar entre dezembro e abril, devido à época de seca. A melhor forma de se locomover entre as cidades é de carro, mas lembre-se de que dirigir no país é no sentido mão inglesa, devido à sua colonização.

O destino pede uma hospedagem com estilo. O hotel e spa Rockhouse traz o charme que você merece, se mesclando ao cenário com seus quartos construídos em madeira, pedra e palha. Aproveite para provar a gastronomia local diretamente dos restaurantes do hotel. Cada segundo vale com uma das vistas mais bonitas do país.

Baía de Kabira, Ilha de Ishigaki – Japão

A água cristalina e a visão para as demais ilhas em frente a de Ishigaki fazem a paisagem ser uma das mais desejadas do Japão. A tranquilidade do local é um convite para passar o dia contemplando o mar e pegando um sol nas areias super iluminadas da orla. A praia não é indicada para nado devido à correnteza, por isso aproveite para relaxar com a vista e fazer passeios de barco com fundo de vidro.

A ilha de Ishigaki é considerada um dos destinos mais tropicais do Japão, sendo possível curtir as praias durante quase todo o ano, já que seu clima se parece muito com o do sudeste asiático. Os lugares paradisíacos da ilha escondem segredos no fundo do mar, com diversos peixes, corais e animais como golfinhos e tartarugas. Não deixe de fazer um mergulho ou snorkeling.

É possível chegar de avião de diversas localidades do Japão. Dentro da ilha, a forma mais fácil de se locomover é com um carro alugado. Para desfrutar ainda mais o “caribe” japonês”, pegue um dos barcos que saem várias vezes ao dia para a ilha Taketomi. A viagem dura 15 minutos.

Port Campbell National Park – Austrália

Dirigir pela Great Ocean Road faz com que viagem de mais de 240km passe voando, já que o cenário panorâmico faz com que o tempo seja esquecido entre cada parada. Entre aldeias de pescadores, formações rochosas junto ao mar, florestas e mirantes, as ondas foram responsáveis por esculpir a geografia local e trazer cenários únicos.

No meio da rodovia, o Port Campbell National Park chama a atenção pelas formações rochosas. Assistir ao pôr do sol de frente para os Twelve Apostles (Doze Apóstolos) pode ser uma das cenas mais bonitas que você terá nas suas viagens internacionais. E se você quer ter uma experiência mais imersiva, que tal trocar o mirante por um helicóptero e ver a paisagem de um novo ângulo?

Não deixe de parar na estrada, também, para um mergulho na praia Loch and Gorge e ver as formações de London Ach e The Arc. Desembarque em Melbourne e pegue um carro em direção à Great Ocean Road. Pela estrada, basta ir parando e conhecendo os diversos pontos e atrações. Uma dica é usar a cidade de Port Campbell como base para o seu roteiro de viagem.

Navegue mais no Dia Mundial dos Oceanos

Neste Dia Mundial dos Oceanos, você consegue navegar muito mais com a Nomad. Em todos os países deste roteiro você utiliza o seu cartão de débito internacional para compras e saques, além de adicionar saldo sempre que precisar de forma rápida e ágil. Viaje com uma economia de até 10% em suas compras. 

Fontes: ICMBio, Melhores Destinos.


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital