Postado em 27 de junho, por NOMAD

Investimentos

Investimentos fora do Brasil: quando valem a pena?

A diversificação do portfólio é uma estratégia importante para proteger e rentabilizar o seu patrimônio. Nesse sentido, a depender do seu perfil e objetivos, é possível ir além do cenário nacional e fazer investimentos fora do Brasil.

Afinal, o mercado brasileiro apresenta riscos diferentes dos existentes em outros países. Assim, os investimentos fora do Brasil podem ajudar você a se expor a economias mais fortes e a compor uma carteira mais sólida.

Neste artigo, você entenderá quando vale a pena fazer investimentos internacionais. Continue a leitura e confira!

Por que investir fora do Brasil?

Quem busca novas alternativas de investimentos pode se interessar por investir fora do Brasil. Contudo, é comum ter dúvidas se vale a pena se expor a outros mercados. Nesse sentido, saiba que o primeiro motivo para fazer aportes no exterior é a diversificação da carteira de investimentos.

A prática é fundamental para equilibrar os riscos do seu portfólio. Assim, ter ativos com características distintas protege o seu patrimônio contra as oscilações que afetam a rentabilidade em determinadas situações do mercado. 

Afinal, se todo o seu capital está alocado apenas em ativos e produtos financeiros no Brasil, uma crise ou problemas no país podem influenciar drasticamente seus resultados. Como consequência, você poderá ter prejuízos financeiros que afetarão grande parte do seu patrimônio.

Por outro lado, quem investe em economias mais sólidas é menos afetado pelas instabilidades econômicas nacionais. Isso porque grandes potências mundiais, como os Estados Unidos, costumam ser mais resilientes em crises do que o Brasil.

Dessa forma, se uma parcela do seu patrimônio estiver investida no exterior, é possível equilibrar as perdas e ganhos. Logo, a estratégia ajuda a reduzir os impactos indesejados, além de evitar que o mercado interno controle todo o desempenho do seu portfólio.

Quais são as vantagens de investir fora do Brasil?

Como você viu, a diversificação é um dos principais motivos para investir fora do Brasil. No entanto, o investimento internacional também traz outras vantagens para os investidores. 

Conheça os principais benefícios de investir no exterior:

Descorrelação dos mercados

A correlação é um dos fatores que devem ser analisados ao investir. Ela serve para avaliar o quão conectados e dependentes são diferentes investimentos ou mercados. Se houver uma correlação positiva forte, as alternativas caminham para a mesma direção diante de determinada condição.

Também há a correlação negativa, que indica que os resultados seguem em direções opostas. Já no caso dos investimentos fora do Brasil, o investidor pode aproveitar a descorrelação entre o mercado interno e o externo.

Nesse caso, é comum que não exista uma relação entre eles. Ou seja, mesmo que um evento influencie um mercado, o outro pode não ser afetado. Isso significa que uma crise interna poderia não causar perdas no investimento internacional.

Aumento do potencial de ganhos

Além de diluir os riscos, os investimentos estrangeiros podem ajudar a aumentar o potencial de ganhos. Com alternativas internacionais na carteira, é possível rentabilizar o portfólio e obter um desempenho mais interessante.

Mesmo que o cenário interno não esteja atraente, a exposição ao contexto internacional e às condições favoráveis no mercado externo podem resultar em valorização dos ativos. Além disso, países mais desenvolvidos costumam se recuperar mais rapidamente de crises políticas e econômicas.

Logo, você pode ter resultados mais robustos e alcançar ganhos ao se expor aos ativos do exterior, como ações de grandes empresas. Ademais, há o impacto da variação cambial como forma de proteção da carteira, principalmente em momentos de desvalorização do real.

Mais opções de investimento

Outra vantagem de investir no mercado externo é ter acesso a diversas alternativas de investimento que não existem no Brasil — principalmente na renda variável. A NYSE e a Nasdaq, por exemplo, são as principais Bolsas norte-americanas e as maiores do mundo em valor de mercado.

Assim, independentemente se o seu foco é investir no longo prazo ou especular, existem diversas opções de ativos e mercados. Entre as alternativas que costumam interessar os investidores brasileiros estão os fundos de índice (ETFs) e o mercado de ações.

Dessa forma, o investimento no exterior permite investir em algumas das maiores empresas mundiais. 

Exposição da carteira a uma moeda forte

Ao investir no exterior, você pode obter lucro pela valorização dos investimentos ou a distribuição de proventos, como dividendos. Contudo, também é possível ter ganhos adicionais pela valorização da moeda estrangeira em relação ao real.

Portanto, também pode ser interessante expor parte dos seus recursos a uma moeda forte, como o dólar. Afinal, é possível ter rendimentos por meio das variações cambiais, complementando a sua estratégia. 

Quando vale a pena investir fora do Brasil?

Agora que você conhece as vantagens de investir no exterior, pode ficar em dúvida sobre o melhor momento para começar a fazer os investimentos. Como vimos, pode valer a pena investir fora do Brasil quando há o interesse em diversificar a carteira em outros mercados.

Além disso, pode ser o momento de investir no exterior se você não está mais satisfeito com os retornos atuais e deseja buscar rentabilidades maiores. Outro ponto é se proteger de crises econômicas no Brasil e garantir a segurança do seu patrimônio em outras moedas.

Como fazer investimentos internacionais?

Se você acredita que está no momento certo para fazer investimentos no exterior, é possível fazer os aportes de maneira direta. Para isso, é preciso abrir conta em uma instituição financeira no exterior. Ao contrário do que muitos investidores acreditam, o processo é bastante simples e prático.

Mesmo quem tem alguma resistência em fazer investimentos internacionais devido à língua inglesa não precisa se preocupar. Diversas instituições já oferecem plataforma em português. Além disso, enviar dinheiro para o exterior após abrir a conta corrente também é simples.

Você precisará fazer uma transferência do valor em reais para a conta internacional e solicitar a conversão do dinheiro. Quando o câmbio for realizado, a instituição creditará o valor em dólar na sua conta. Dessa forma, será possível começar a investir em ativos internacionais sem preocupações.

Agora você sabe que é possível investimentos fora do Brasil e pode aproveitar a oportunidade para montar um portfólio estável e robusto. Dessa forma, há como diversificar a carteira e proteger seu patrimônio.


Serviços intermediados por FRAM Capital DTVM S.A.

O conteúdo disponibilizado neste artigo não constitui ou deve ser considerado como conselho, recomendação, oferta ou solicitação de quaisquer produtos ou serviços pela Nomad. Este material tem caráter exclusivamente informativo. Para saber mais, acesse https://nomadglobal.com/legal/


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital