Postado em 04 de março, por NOMAD

Investimentos

Nasdaq: a história da Bolsa da tecnologia

Aqueles que já investem e estão acostumados aos termos do mercado financeiro, certamente já conhecem a Nasdaq. Mas quem não está tão ligado no dia-a-dia do mercado financeiro pode não saber que essa é a segunda maior Bolsa de Valores do mundo.

É na Nasdaq que são negociadas as ações das empresas de tecnologia que revolucionaram e continuam moldando o nosso cotidiano, desde as big techs (como Apple, Microsoft, Google, Amazon e Meta, entre outras) até as novas estrelas do mercado, como Zoom, Mercado Livre, Ebay e Airbnb.

Neste artigo, vamos mostrar um pouco da história da Nasdaq – conhecida como a “Bolsa da tecnologia” -, e como ela ajudou a revolucionar o mercado financeiro global. Confira!

O que é Nasdaq?

O nome NASDAQ é a sigla em inglês para National Association of Securities Dealers Automated Quotation System ou Sistema de Cotação Automatizada da Associação Nacional de Corretores de Títulos, em tradução livre para o português.

O nome é complicado, mas o objetivo da sua criação foi, justamente, simplificar e automatizar processos. Isso, com a finalidade de trazer maior transparência à negociação de ativos comercializados fora de Bolsas como a NYSE (New York Stock Exchange), por exemplo, no que é conhecido como mercado não regulado.

No início da década de 70, os órgãos de fiscalização do mercado financeiro americano perceberam que esses mercados não regulados eram pouco transparentes.

Diante desse cenário, a Securities and Exchange Commission (SEC) propôs à National Association of Securities Dealers (NASD) – predecessora da Financial Industry Regulatory Authority (FINRA) -, a criação de um sistema automatizado.

Assim surgiu a Nasdaq, cuja sessão de inauguração foi realizada em 8 de fevereiro de 1971, apresentando o primeiro mercado de ações eletrônico do mundo. Essa Bolsa revolucionou o mercado financeiro com a introdução do pregão eletrônico, diferente do que ocorria na NYSE, por exemplo, onde as negociações eram realizadas no pregão presencial (trading floor).

Atualmente, praticamente todas as Bolsas de Valores realizam negociações de forma eletrônica, inclusive a Bolsa brasileira (B3); e isso facilitou muito o acesso dos pequenos investidores ao mercado financeiro, além de ter garantido transparência e segurança maiores às negociações.

Outro ponto que diferencia a NYSE dessa Bolsa é que, enquanto a primeira negocia pelo auction market (mercado de leilão, na tradução), a segunda funciona de acordo com o dealer’s market (traduzido como mercado de negociador).

Em resumo, no modelo tradicional de leilão (auction market) os investidores negociam entre si, comprando e vendendo ativos pelo book de ofertas. Já pelo modelo de negociação da NASDAQ, os investidores negociam com a participação de um formador de mercado (market maker), uma espécie de intermediador das negociações.

Como Nasdaq se tornou “a Bolsa da tecnologia”?

Em geral, o processo de abertura de capital na Nasdaq é bem mais simples e barato que na NYSE, o que fez com que ela se tornasse uma opção mais atraente para empresas em crescimento fazerem o lançamento inicial de suas ações (IPO – Initial Public Offering).

Assim, companhias de tecnologia que precisavam de capital para expandir seus negócios e aumentar suas operações passaram a usar a Nasdaq como porta de entrada para o mercado de ações.

Com isso, os grandes nomes do setor nos Estados Unidos estão listados na Nasdaq, incluindo os seguintes:

  • 1980: Apple
  • 1986: Microsoft
  • 1997: Amazon
  • 2004: Google (Alphabet)
  • 2012: Facebook (Meta)

No entanto, apesar de ser conhecida como a Bolsa da tecnologia, na Nasdaq existem empresas de outros setores da economia, inclusive algumas com grande destaque em seus segmentos como, por exemplo, PepsiCo, Costco, Starbucks e Ross, dentre outras.

Atualmente, a Nasdaq se desvinculou da NASD (hoje, FINRA), tornando-se uma empresa com fins lucrativos e, inclusive, com ações negociadas nela própria. Ela é sediada na Times Square, em Nova Iorque, e, curiosamente, tornou-se uma das atrações turísticas da cidade.

Quais são os índices da Nasdaq?

A Bolsa possui diversos índices importantes, assim como as demais Bolsas de Valores. No entanto, dois deles são os mais conhecidos e utilizados pelo mercado financeiro. Conheça, a seguir.

NASDAQ 100

É o índice constituído pelas 100 maiores empresas não financeiras negociadas na Nasdaq. Para fazer parte deste índice, a empresa precisa preencher alguns requisitos específicos, como por exemplo, não fazer parte de setor financeiro, não estar em recuperação judicial, dentre outros.

NASDAQ Composite

É o índice que mede a performance das empresas norte-americanas e também das estrangeiras listadas na Nasdaq.


Serviços intermediados por FRAM Capital DTVM S.A.

O conteúdo disponibilizado neste artigo não constitui ou deve ser considerado como conselho, recomendação, oferta ou solicitação de quaisquer produtos ou serviços pela Nomad. Este material tem caráter exclusivamente informativo. Para saber mais, acesse https://nomadglobal.com/legal/


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital