Postado em 24 de junho, por NOMAD

Investimentos

Quando comprar ações: vale a pena comprar com o mercado em baixa?

É comum que iniciantes no mercado financeiro, principalmente aqueles que estão passando pelo primeiro grande movimento de baixa na Bolsa, comecem a se perguntar: quando comprar ações?

Apesar de ser muito difícil identificar o timing perfeito, é importante o investidor entender quando comprar ações faz sentido para sua estratégia de investimentos, considerando principalmente o seu perfil de risco e seus objetivos. 

Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre os momentos sobre como investir em um mercado de baixa. Confira.

Melhor momento para comprar ou vender ações

Tentar encontrar o melhor momento para comprar e vender ações é conhecido no mercado financeiro como estratégia de market timing. Essa estratégia consiste em realizar operações de compra e venda na Bolsa na tentativa de prever os movimentos futuros dos preços de mercado, para estar melhor posicionado. É famoso tentar comprar na baixa e vender na alta.

Vale ressaltar que essa previsão do movimento do mercado, normalmente, é baseada em estudos das condições econômicas, dos resultados das empresas e outros fatores. Isso é feito por meio da utilização da análise técnica, fundamentalista ou quantitativa, dentre outras.

No entanto, é senso comum do mercado que é muito difícil (ou impossível, de acordo com muitos) prever o movimento de preços dos ativos, principalmente no curto prazo. Por isso, os grandes investidores não tentam identificar o exato momento que seria ideal comprar ou vender, eles normalmente trabalham com janelas de oportunidades.

As janelas de oportunidade são períodos nos quais os preços dos ativos ficam atrativos, especialmente para realizar operações de compra pensando no longo prazo. Assim, investidores de sucesso, como Warren Buffett, aproveitam esses momentos para comprar ações na baixa.

Em 2008, durante a crise, a Berkshire Hathaway fez diversas aquisições que, no início, pareciam ter sido realizadas “cedo demais”. No entanto, ao final, resultaram em excelentes resultados para a empresa. Buffett não acertou o momento exato de comprar em 2008, mas com certeza aproveitou uma excelente janela de oportunidade. 

Vale lembrar que, independentemente do momento de mercado, esses grandes investidores se mantiveram fiéis às suas estratégias de investimentos, bem como respeitaram o controle de risco estabelecido. Assim, sempre investiram em ativos que faziam sentido dentro de seus respectivos portfólios. 

Em outras palavras, não é só porque parece que os ativos caíram muito que é o melhor momento de compra. É importante analisar se a aquisição faz sentido dentro da sua estratégia e do seu perfil de risco. Além disso, vale verificar se o ativo se encaixa dentro do seu portfólio para manter o equilíbrio e diversificação.  

Cuidado com o efeito manada

Apesar de movimentos de queda do mercado serem geradores de oportunidades, eles também afloram aspectos psicológicos nos investidores que impactam na decisão de investimento.

Um dos efeitos mais comuns em crises é o efeito manada, que acaba levando o investidor a vender seus ativos em momentos de forte queda por  ter a impressão de que todos estão fazendo isso; sem seguir a sua estratégia e sem considerar se essa operação faz, de fato, sentido.

A realidade é que, na maioria das vezes, o melhor momento para comprar ações é contra intuitivo e foge do movimento coletivo. “Compre ao som de canhões, venda ao som de trombetas”, é a famosa frase do mercado atribuída a Nathan Rothschild

Além dessa, o célebre financista inglês, também conhecido como Barão Rothschild, seria o autor de uma das expressões mais utilizadas no mercado em momentos de crise: “a hora de comprar é quando há sangue nas ruas”.

É óbvio que essas frases de efeito não devem ser levadas ao pé da letra. Mas, sim, consideradas como insights para não se deixar levar pelo pânico que os movimentos de queda podem causar, provocando a realização de operações em momentos inapropriados.

Quando comprar ações: stick to the plan (siga sua estratégia)

Mais importante que tentar comprar na baixa, para conseguir bons resultados com seus investimentos é essencial montar uma estratégia de investimentos de longo prazo, focada nos seus objetivos e no seu perfil de risco. 

Além disso, seguir seu plano de investimento é o que vai dar consistência aos seus resultados. É lógico que você pode (e deve) reavaliar sua estratégia de tempos e tempos; para verificar se ela faz sentido e se está apresentando os resultados que gostaria.

No entanto, os momentos de crise não são os melhores para essa reavaliação. Isso porque os sentimentos vão estar mais aflorados, nestes períodos, e podem impactar na qualidade das decisões e da sua capacidade analítica.

Em resumo, entender quando comprar ações está muito mais ligado a entender se aquela operação está ou não adequada à sua estratégia de investimento de longo prazo do que, de fato, tentar encontrar o melhor momento de mercado. 


Serviços intermediados por FRAM Capital DTVM S.A.

O conteúdo disponibilizado neste artigo não constitui ou deve ser considerado como conselho, recomendação, oferta ou solicitação de quaisquer produtos ou serviços pela Nomad. Este material tem caráter exclusivamente informativo. Para saber mais, acesse https://nomadglobal.com/legal/


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital