Postado em 19 de abril, por NOMAD

Investimentos

Tape reading: como acompanhar o fluxo no curto prazo

É muito comum associar a análise gráfica com as técnicas de investimento de curto prazo. Mas o tape reading, uma estratégia bem antiga, tem conquistado cada vez mais espaço entre os investidores pessoas físicas. 

Apesar de ter mais de um século de existência, o tape reading conseguiu se adaptar às novas tecnologias e seus adeptos utilizam modernas ferramentas de mercado para analisar o fluxo de compra e venda dos ativos. 

Nesse artigo, vamos explicar um pouco mais sobre essa estratégia e como é possível atuar no curto prazo do mercado financeiro para além dos gráficos. Confira.

O que é tape reading?

O tape reading – ou, em tradução livre, leitura de fita” – é uma técnica antiga que os operadores do mercado financeiro (também conhecidos como traders) usavam para analisar o preço e o volume de uma determinada ação no curto prazo. 

No período de 1860 até a década de 1960, os preços das ações eram transmitidos por linhas telegráficas, em fitas que incluíam um símbolo, preço e volume. É por esse motivo que a técnica recebeu esse nome, pois era com base na leitura dessas fitas que os traders tomavam as decisões de investimentos.

No entanto, na década de 1960 com o surgimento de computadores pessoais e redes de comunicação eletrônica – e, posteriormente, com o próprio pregão eletrônico -, a técnica foi adaptada para os tempos modernos.

Como funciona o tape reading?

O tape reading moderno consiste em acompanhar o Book de Ofertas (ou Livro de Ofertas), que é um livro eletrônico no qual são registrados todos ofertas de compra e venda de ativos.

O trader que utiliza essa estratégia também a acompanha o Times and Trades, um registro eletrônico das operações que foram realizadas, com as informações básicas como ticker (símbolo do ativo), preço e hora do negócio. 

Com base na leitura do Book de Ofertas e do Times and Trades, o trader consegue analisar para que direção o preço de uma ação está se movimentando, de acordo com fluxo de ofertas de compra e venda. 

Em outras palavras, se há um fluxo maior de ofertas de compra o preço tende a se mover para cima. Por outro lado, se começa a entrar uma grande quantidade de ofertas de venda, é sinal que o preço irá cair.

Em outro exemplo de aplicação da estratégia, o trader pode usar o livro de ordens para identificar se há grandes quantidades ordens de venda em um determinado nível de preço; o que pode indicar que esse ponto pode ser tornar uma resistência, ou seja, um ponto no qual o preço terá dificuldade de ultrapassar (romper). 

O inverso também pode ser verdadeiro se houver grandes ordens de compra em nível de preço abaixo do atual; o que pode indicar a existência de um forte suporte em um determinado nível de preço, dando ao trader a confiança para comprar sabendo que daquele ponto vai ser difícil o preço seguir caindo. 

Portanto, atualmente a estratégia de tape reading é utilizada como uma forma de leitura de fluxo de ordens e acompanhamento do volume das ofertas. Isso, para tentar identificar pontos de suporte e resistência, bem como a possível direção dos movimentos de preço.

História do tape reading

As fitas de tickers (ou Ticker Tapes em inglês) foram inventadas em 1867 por Edward A. Calahan para a Gold and Stock Telegraph Company

Já em 1871, Thomas Edison desenvolveu a impressora de fita Universal Stock Printer, o que ajudou o mercado a se tornar mais eficiente.

Essas máquinas logo foram instaladas em todas as principais corretoras como o principal meio de divulgação de preços e volumes das ações. Com isso, muitos traders famosos fizeram sucesso operando com a estratégia tape reading, dentre eles, o famoso Jesse Livermore

As fitas acabaram se tornando obsoletas nas décadas de 1960 e 1970, com o surgimento da dos computadores. No entanto, alguns termos como ticker e symbol permaneceram em uso até hoje, assim como frases famosas no mercado como “don’t fight the tape”, em tradução livre “não lute contra a fita” (ou seja, não negocie contra a tendência). 

Além disso, existem vários livros publicados sobre tape reading, sendo os mais famosos deles Tape Reading and Market Tactics e Reminiscences of a Stock Operator; este último lançado no Brasil com o título Reminiscências de Um Especulador Financeiro.

Em resumo, o tape reading  é uma estratégia voltada para investidores que operam no curto prazo. Especialmente os day traders, cujo objetivo é identificar pontos de suporte e resistência, além da direção de movimento de preços, com base no fluxo de ordens de compra e venda.


Serviços intermediados por FRAM Capital DTVM S.A.

O conteúdo disponibilizado neste artigo não constitui ou deve ser considerado como conselho, recomendação, oferta ou solicitação de quaisquer produtos ou serviços pela Nomad. Este material tem caráter exclusivamente informativo. Para saber mais, acesse https://nomadglobal.com/legal/


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital