Postado em 03 de agosto, por NOMAD

Nomad

Conheça 5 destinos para apreciar o turismo gastronômico

São muitas as razões que podem inspirar uma viagem pelo mundo, como conhecer culturas, praticar idiomas, comemorar uma data festiva, etc. Países mundo afora costumam ser bastante diferentes entre si, mas um fator une toda e qualquer nação: a gastronomia. Por isso, fazer uma viagem com o objetivo de apreciar o turismo gastronômico pode ser uma experiência sem igual.

A culinária de um país diz muito sobre ele, porque sofre influência de fatores como o clima, a fauna e a flora, a religião e por aí vai. O turismo gastronômico permite, não apenas conhecer a culinária em si, mas também os hábitos culturais de toda uma nação.

O que é turismo gastronômico?

Se você se pergunta o que é turismo gastronômico, saiba que esse é o hábito de viajar para conhecer novos lugares a partir da sua culinária. Experimentar novos sabores, conhecer comidas típicas, especiarias e ingredientes que não são comuns no país de destino pode ser uma experiência inesquecível. 

As viagens gastronômicas não possuem regras, quem manda é você. No entanto, é bom estar aberto a conhecer coisas novas, mesmo que sejam muito diferentes.

A gastronomia influencia muito na escolha de um destino para viajar. Pensando nisso, separamos 5 opções de países para turismo gastronômico que podem abrir seu apetite.

5 destinos para fazer turismo gastronômico

Muito além das clássicas culinárias francesa e italiana, ou da famosa comida japonesa (popular entre os brasileiros), o mundo oferece as mais diversas opções de alimentos. Existem pratos para todos os gostos e momentos. Uma viagem gastronômica, inclusive, é uma excelente opção de viagem de lua de mel, justamente pela capacidade que a comida tem de elevar o nível de qualquer momento, o tornando mais especial.

1. Espanha

Quando se pensa em gastronomia, viajar para a Europa é uma das primeiras coisas a se pensar. Embora uma boa massa italiana e um petit-gateau francês façam qualquer um salivar, a culinária europeia vai bem além desses clássicos.

A Espanha abre essa lista por possuir forte influência das regiões mediterrâneas e sua culinária variar de região para região do país. Quem fizer uma viagem de turismo gastronômico para a Espanha vai se deparar com pratos que usam azeite, temperos fortes, carnes, pães e frutos do mar. 

As carnes, na Espanha, vão além dos bovinos e suínos e contemplam, também, carne de coelho, carneiro e caça. O presunto espanhol é famoso em todo o mundo e é muito pedido por turistas que visitam os restaurantes espanhóis.

Por possuir uma longa extensão litorânea, a Espanha é ávida por frutos do mar, inclusive a Paella (conhecida no Brasil) é um prato típico do país. 

Alguns pratos típicos para experimentar fazendo turismo gastronômico na Espanha:

  • tortilla de batatas;
  • pulpo a la Gallega (polvo);
  • croquetas;
  • bocadillo;
  • churros.

2. Austrália

Os australianos absorveram hábitos alimentares de muitas outras culturas, mas uma das mais fortes influências é a culinária britânica, devido à colonização inglesa no país. Ao fazer turismo gastronômico pela Austrália, você irá se deparar com algumas massas, carnes e molhos.

As carnes consumidas no país são bem variadas, contemplam as mais tradicionais, bovina e suína, e vão até opções exóticas como a carne de canguru, ema e até crocodilo!

Um prato considerado “alimento nacional” no país é o vegemite, uma espécie de pasta salgada com pimenta, feita de leveduras. Devido à influência da Inglaterra, também é comum encontrar no país o típico prato britânico, fish and chips. 

Agora, se você sentir saudades da culinária brasileira quando estiver fazendo sua viagem gastronômica na Austrália, saiba que os australianos prezam muito por um bom churrasco, chamado por lá de “barbie”, que vai muito bem com o molho barbecue, tradicional do país.

Entre carnes, molhos e massas, alguns pratos típicos que vale a pena experimentar na Austrália são:

  • torta de carne;
  • bush food – que inclui frutas silvestres e carnes exóticas como a do canguru;
  • pavlova;
  • carneiro assado;
  • scone de abóbora.

3. Canadá

Que tal um café da manhã de ovos e bacon canadense? A primeira refeição dos canadenses costuma ser bastante calórica, pois no país o hábito de almoçar não é tão comum. O café da manhã geralmente inclui cereais, bacon, torradas, ovos e panquecas.

Por ter um hábito alimentar menos elaborado, muitas pessoas podem achar que o Canadá não é um destino tão atraente para turismo gastronômico. Mas se enganam! Para quem gosta de sanduíches e sobremesas, o país é um prato cheio.

Um desses sanduíches é o Montreal Smoked Meat, que leva carne defumada, cortada em tiras finas e servida em pão feito artesanalmente. Além de simples e saboroso, é de fácil acesso pois pode ser encontrado em praticamente qualquer restaurante.

Se você gosta de um bom lanche, doce ou salgado, vai gostar dessas opções:

  • berry pie – torta de frutas vermelhas;
  • poutine;
  • tutter tarts – tortinhas de manteiga;
  • bagels;
  • peameal bacon – lombo d eporco defumado e assado.

4. Catar

Por ser sede da copa do mundo, neste ano, o Catar já é destino de milhares de pessoas que vão viajar em 2022. E que tal aproveitar a oportunidade para fazer tour gastronômico entre uma partida e outra? O país fica no oriente médio e possui uma variedade de comidas, com alguns pratos amados pelos brasileiros, como quibes e esfirras.

No entanto, a culinária do Catar não se resume apenas a pratos árabes, e tem influências da comida libanesa e indiana.

Devido a religião, o país não possui pratos que levam carne de porco, e também não comercializa bebidas alcoólicas. A comida tradicional abrange ensopados, pratos de cozimento longo, muitas especiarias e sobremesas deliciosas.

Um desses pratos é o warak enab, que consiste em um rolinho feito com folhas de uva e recheado com carne bovina ou de carneiro. Geralmente é servido acompanhado de batatas e arroz.

Ao fazer turismo gastronômico, seja na copa do mundo, ou não, experimente:

  • madrouba – uma espécie de sopa com arroz, especiarias e frango;
  • umm ali – torta doce;
  • luqaimat – um petisco tradicional de massa frita;
  • kunafa – sobremesa de massa doce e queijo.

5. Colômbia

A Colômbia é um país muito diverso, rico em culturas e que possui diferentes áreas geográficas. Essa mistura torna o país, localizado no extremo norte da América do Sul, um excelente destino gastronômico.

A sua gastronomia é baseada principalmente em feijão, batata, porco, arroz e frango, ingredientes que conseguem construir diferentes pratos saborosos.

Um prato que faz sucesso entre os turistas é o arroz de camarão. Parece simples, mas possui uma riqueza de sabores incrível devido às especiarias usadas no preparo, como pimenta e coentro.

Outro prato típico do país, são as arepas – uma espécie de pão achatado feito com farinha de milho e serve de acompanhamento para diversos outros pratos.

Por fim, para quem fizer viagem gastronômica para a Colômbia, vale muito a pena experimentar a lechona, que nada mais é do que um leitão assado inteiro recheado com arroz e batatas. Para os adultos, vai muito bem com uma bebida chamada aguardiente – muito semelhante à cachaça brasileira, mas com teor alcoólico menor.

Tour gastronômico pode ser acessível

Muita gente pensa que fazer turismo gastronômico é caro e envolve apenas a alta gastronomia. Isso é um erro! Celebrar a cultura de um país ou região por meio da sua culinária não precisa ser caro. Se entende como cultura alimentar todo hábito, relacionado a alimentação, de um povo, e isso não se limita a restaurantes estrelados mundo afora. 
Se você quer fazer turismo gastronômico saiba que existem essas e outras infinitas possibilidades de lugares para conhecer.


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Synapse Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital