UM APP COMPLETO PARA VOCê

Postado em 12 de abril, por NOMAD

Viagens

Como fazer faculdade nos EUA: documentos e vistos necessários

Muitos brasileiros sonham em sair do Brasil para estudar nos Estados Unidos. Porém, para realizar esse desejo, é preciso muito planejamento e atenção ao que as universidades americanas exigem. Por isso, neste post, você descobre tudo sobre como fazer faculdade nos EUA, incluindo os detalhes sobre a emissão de visto e documentação.

Estudar em uma universidade norte-americana é uma grande oportunidade de se destacar no mercado de trabalho. Outro grande benefício é ser reconhecido no meio acadêmico por fazer parte de um dos melhores sistemas de educação do mundo. 

Segundo o relatório Open Doors, o número de brasileiros em universidades dos EUA aumentou 9,8% desde 2019, totalizando 16.059 alunos. Continue a leitura e descubra com a Nomad como fazer faculdade nos EUA.

Quais são os documentos necessários para estudar nos EUA?

O primeiro passo para estudar nos Estados Unidos é atentar-se aos documentos que as universidades americanas exigem. A documentação solicitada no processo seletivo ou na matrícula depende de cada instituição de ensino e curso realizado pelo aluno. Em termos gerais, os mais pedidos são:

  • passaporte válido (com prazo de validade com mais de seis meses);
  • visto de estudante;
  • carta de recomendação;
  • carta de aceite; 
  • passagem de ida e volta;
  • comprovante de estadia;
  • extrato bancário; 
  • certificado de proficiência;
  • seguro de saúde; 
  • diploma de ensino superior (em casos de pós-graduação).

As universidades americanas exigem certificado de proficiência?

Além de saber como fazer faculdade nos EUA, é preciso entender porque muitas universidades americanas exigem o certificado de proficiência em inglês. A razão é que, ao apresentá-lo, os estudantes comprovam a capacidade de se comunicar em inglês em determinado nível de fluência: básico, intermediário ou avançado. 

Para isso, existem vários exames de proficiência disponíveis no Brasil. Cada um deles possui diferentes métodos de avaliação e custos. Logo, é importante conhecer muito bem os detalhes de cada prova para se dar bem no exame e realizar o sonho de estudar nos EUA.

TOEFL

O TOEFL é o exame de proficiência mais exigido pelas universidades americanas. Aceito internacionalmente por mais de 9 mil instituições de ensino de 130 países, o teste avalia a fala, a escrita e a compreensão do participante na língua inglesa ao nível acadêmico. 

Com o certificado de proficiência em mãos, o aluno é capaz de comprovar fluência no idioma. O resultado do teste vai de 0 a 120 pontos. A depender da nota, o participante pode ser classificado em até seis níveis de competência linguística: indo do nível A1 (iniciante) até o C2 (acadêmico). 

Para quem deseja estudar nos Estados Unidos, é recomendável atingir uma boa pontuação no teste para ser classificado entre o nível B2 e C2. Normalmente, esses são os níveis exigidos para quem for ingressar em uma universidade norte-americana, seja em curso de graduação, seja em curso de pós-graduação.

IELTS 

Em outros casos, para fazer faculdade nos Estados Unidos, é preciso apresentar um certificado de proficiência em inglês emitido pelo IELTS. Diferentemente do TOEFL, o teste IELTS possui uma escala de 0 a 9 para avaliar o conhecimento dos participantes na língua inglesa.

O exame também avalia a compreensão auditiva, a interpretação de texto, a redação e a conversação do aluno. O tempo máximo de duração do teste são 2h45min. Também é bastante comum que as universidades americanas permitam que os estudantes estrangeiros apresentem qualquer um dos dois exames no momento da matrícula.

Como obter uma carta de recomendação? 

Além de ter dúvidas sobre como fazer faculdade nos EUA, muitos estudantes não sabem a quem solicitar uma carta de recomendação nem quais informações ela deve conter. 

A carta de recomendação serve como uma confirmação, de um professor brasileiro a um professor americano, de que o aluno é realmente comprometido, pró-ativo e interessado pelos estudos. Quanto mais pontos positivos forem descritos na carta, maiores serão as chances do estudante ser aceito pela universidade estrangeira.

A melhor pessoa para escrever essa carta é um professor com quem você possui forte vínculo. Ele conhece as suas qualidades, os seus interesses e a sua personalidade mais que ninguém, considerados ótimos pontos para uma carta de recomendação acadêmica.

Qual visto permite estudar nos Estados Unidos?

Depois de enviar toda a documentação e ser aceito como estudante em uma faculdade americana, a instituição encaminhará o formulário I-20 ao aluno. Esse documento é obrigatório para solicitar o visto F-1 — exclusivo e obrigatório para estudantes estrangeiros que vão estudar nos EUA.

Para emitir o visto americano de estudante, é necessário apresentar alguns documentos e realizar pagamentos de taxas cotadas em dólar. Os principais documentos são o passaporte, o relatório I-20 devidamente preenchido, o extrato bancário e o pagamento das taxas SEVIS e MRV, que custam entre US$ 160 e US$ 350. 


Realize seu sonho de estudar nos EUA com a Nomad!Depois de saber como fazer faculdade nos EUA, continue conferindo todos os detalhes de como se organizar para obter uma boa experiência cultural e financeira durante a sua viagem. Na Nomad, estamos sempre prontos para manter sua vida financeira segura! Acesse nosso site e confira!

#

A NOMAD

873 El Camino Real, Menlo
Park, CA 94025 USA


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

logo ourinvest