UM APP COMPLETO PARA VOCê

Postado em 22 de abril, por NOMAD

Investimentos

Conheça 10 dos grandes investidores da história

Quem nunca quis saber quem são os maiores nomes da história no seu ramo de atividade para ter inspirações e insights? No mercado financeiro não é diferente, e é muito comum os novos investidores procurarem saber quem são os grandes investidores da história.

Apesar de ter um caráter subjetivo, as listas dos grandes investidores do mercado contam com alguns nomes que se repetem, tornando-os verdadeiras referências no mundo dos investimentos.

Neste artigo, vamos trazer uma lista com os maiores investidores do mundo e quais são as suas estratégias de investimentos, para que você comece a aprender e possa, também, se inspirar. Confira, a seguir!

Benjamin Graham

Ben Graham abre a nossa lista de grandes investidores por ter se destacado como gestor de investimentos e educador financeiro. É autor, entre outras obras, de dois clássicos do investimento de importância ímpar:

  • Security Analysis: Principles and Technique (Análise de Ativos: Princípios e Técnicas).
  • The Intelligent Investor (O Investidor Inteligente).

Ele também é universalmente reconhecido como o pai de duas disciplinas fundamentais de investimento – análise de ações e value investing

A essência do value investing de Graham é que qualquer investimento deve ter um valor intrínseco substancialmente maior do que o preço que um investidor tem que pagar por ele. Ele acreditava na análise fundamentalista e buscava empresas com:

  • balanços sólidos
  • pouco endividamento
  • margens de lucro acima da média
  • amplo fluxo de caixa

Warren Buffett

Conhecido como o “Oráculo de Omaha“, Warren Buffett é visto como um dos grandes investidores por ser um dos mais bem-sucedidos da história.

Seguindo os princípios estabelecidos por Benjamin Graham, ele acumulou uma fortuna multibilionária principalmente através da compra de ações e empresas através da Berkshire Hathaway

O estilo de investimento de disciplina, paciência e valor de Buffett superou consistentemente o mercado por décadas.

Thomas Rowe Price Jr.

Thomas Rowe Price Jr. é considerado “o pai do growth investing“. Ele passou seus anos de formação lutando contra a Grande Depressão. Price via os mercados financeiros como cíclicos. 

Ele era contra os movimentos de manada de curto prazo, adotando a estratégia de investir em boas empresas a longo prazo; o que era praticamente inédito na época.

Sua filosofia de investimento era a de que os investidores deveriam colocar mais foco na escolha de ações individuais para o longo prazo. 

Peter Lynch

Peter Lynch gerenciou o Fidelity Magellan Fund de 1977 a 1990, período em que os ativos do fundo cresceram de $18 milhões para $14 bilhões. De acordo com as informações reportadas, esse integrante da lista de grandes investidores superou o índice de referência S&P 500 em 11 dos 13 anos, alcançando um retorno médio anual de 29%.

Muitas vezes descrito como um camaleão, Peter Lynch se adaptou a todos os estilos de investimento que funcionaram na época. Mas quando se tratava de escolher ações específicas, Peter optou pelos negócios que conhecia ou podia entender facilmente.

Ele também foi pioneiro em um modelo híbrido de crescimento e investimento em valor, que hoje é comumente referido como estratégia de “crescimento a um preço razoável” (Growth at a Reasonable Price GARP).

John Templeton

Considerado um dos maiores contrarians do século passado, John Templeton comprou na baixa durante a Grande Depressão e vendeu na alta durante o boom da Internet. Os investidores contrarians são conhecidos como aqueles que investem em contraste com o sentimento predominante da época.  

Templeton criou alguns dos maiores e mais bem-sucedidos fundos de investimento internacionais do mundo e, por isso, entra na lista de grandes investidores.

Ele vendeu seus fundos da Templeton em 1992 para o Grupo Franklin. Em 1999, a revista Money o chamou de “indiscutivelmente o maior selecionador de ações global do século”. Como cidadão britânico naturalizado, Templeton foi condecorado pela rainha Elizabeth II por suas muitas realizações.

John Neff

Neff ingressou na Wellington Management Co. em 1964 e permaneceu na empresa por mais de 30 anos, administrando três de seus fundos. Sua tática de investimento preferida envolvia investir em indústrias populares por meio de caminhos indiretos.

Ele era considerado um value investor, pois se concentrava em empresas com baixos índices P/L (preço sobre lucro) e fortes rendimentos de dividendos. 

Ele administrou o Windsor Fund por 31 anos (terminando em 1995) e obteve um retorno médio de 13,7% – contra 10,6% do S&P 500 no mesmo período. 

George Soros 

George Soros é conhecido por ser mestre em traduzir tendências econômicas em jogadas matadoras e altamente alavancadas em títulos e moedas. Como um dos grandes investidores da história, Soros gosta de investir em estratégias de curto e médio prazo, fazendo grandes apostas nos rumos dos mercados financeiros. 

Em 1973, George Soros fundou a empresa de fundos de hedge Soros Fund Management, que acabou evoluindo para o conhecido e respeitado Quantum Fund

Por quase duas décadas, ele administrou este fundo de hedge agressivo e bem-sucedido, que teria acumulado retornos superiores a 30% ao ano. Em duas ocasiões, inclusive, o fundo teria apresentado retornos anuais superiores a 100%.

John (Jack) Bogle

Bogle fundou a empresa de fundos mútuos Vanguard Group em 1975 e a tornou um dos maiores e mais respeitados administradores de fundos do mundo. Ele foi pioneiro em defender os fundos de baixo custo para milhões de investidores, além de ter criado e introduzido o primeiro fundo de índice, o Vanguard 500, em 1976. 

A filosofia de investimento de Jack Bogle defende a captura de retornos de mercado investindo em fundos mútuos de índice amplo, de baixo custo, de baixa rotatividade e de gerenciamento passivo.

William H. Gross

Considerado o King of Bonds (na tradução, algo como o Rei da Renda Fixa), Bill Gross é o principal gestor de fundos de títulos de renda fixa do mundo. Como fundador e diretor administrativo da família de fundos de títulos da PIMCO, ele e sua equipe têm mais de $1,92 trilhão em ativos de renda fixa sob gestão.

Em 1996, Gross foi o primeiro gerente de portfólio introduzido na Fixed-Income Analyst Society Inc. hall da fama por suas contribuições para o avanço da análise de títulos e portfólio.

Carl Icahn

Carl Icahn é um conhecido investidor agressivo e fecha a nossa lista de grandes investidores. Ele usa posições em empresas de capital aberto para forçar mudanças na administração da empresa e aumentar o valor de suas ações. 

Icahn criou uma estratégia conhecida como “invasão corporativa” no final da década de 1970 e atingiu grandes empresas com sua aquisição hostil da TWA, em 1985. 

Icahn é mais famoso pelo “Icahn Lift“. O bordão de Wall Street descreve o salto no preço das ações de uma empresa – algo que normalmente acontece quando Carl Icahn começa a comprar cotas de uma empresa que ele acredita ser mal administrada.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os grandes investidores da história, que tal entender qual das estratégias que eles utilizam faz mais sentido para o seu perfil de investidor e como você pode aplicá-la?!

Fonte: Investopedia.com

#

A NOMAD

873 El Camino Real, Menlo
Park, CA 94025 USA


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

logo ourinvest