Postado em 27 de maio, por NOMAD

Investimentos

Como funciona a renda fixa e quais as principais alternativas de investimento?

Se você busca mais segurança e estabilidade no momento de investir, precisa saber como funciona a renda fixa. Essa classe de investimentos é bastante procurada por quem tem objetivos específicos que exigem segurança — como montar a reserva de emergência —, mas pode ser adequada a todos os investidores.

Inclusive, ela é considerada a porta de entrada para muitas pessoas no mercado financeiro. Contudo, antes de investir, é fundamental conhecer as características da renda fixa e seus principais investimentos — tanto nacionais quanto internacionais.

Neste artigo, você entenderá como funciona a renda fixa e conhecerá as principais alternativas de investimentos dessa classe.

O que é renda fixa?

A renda fixa é uma classe de investimentos que possui uma lógica de rentabilidade previsível. Assim, ao fazer os aportes, o investidor sabe qual será a dinâmica de rendimento até o vencimento. Por isso, em geral, a renda fixa pode fazer parte da carteira de todos os tipos de investidores.

Afinal, trata-se de uma classe mais simples e segura do que a renda variável, por exemplo. Ela pode, inclusive, ser adequada até mesmo para investidores iniciantes — o que não impede que os mais experientes se beneficiem dos investimentos de renda fixa disponíveis no mercado.

Como a renda fixa funciona?

Para entender o funcionamento da classe, saiba investir em renda fixa é semelhante a emprestar dinheiro para o emissor do título — que pode ser o Governo Federal, empresas ou instituições financeiras. 

Em troca, o emissor se compromete a devolver o capital aportado acrescido de um percentual de juros no vencimento da aplicação. Os recursos podem ser utilizados pelo emissor para diversos objetivos, como para o financiamento de projetos.

Assim, investir em renda fixa pode ajudar a fomentar setores específicos do mercado ou financiar o crescimento de empresas. 

Como existem diferentes tipos de títulos de renda fixa, cada um deles possui regras próprias. As características podem variar em relação ao risco, fluxo de pagamento, lógicas de rentabilidade, liquidez e prazo.

Em relação à rentabilidade, ela pode ser pré-fixada, pós-fixada ou híbrida. No primeiro caso, o investidor sabe exatamente quanto receberá no vencimento do título. No segundo, o retorno varia conforme um indicador financeiro — como a taxa Selic. Já a remuneração híbrida combina uma taxa prefixada com uma pós-fixada.

Quais os principais investimentos disponíveis no mercado brasileiro?

Agora que você sabe o que é e como funciona a renda fixa, é hora de conhecer os principais investimentos dessa classe disponíveis no mercado brasileiro. 

Confira:

Títulos do Tesouro

Os títulos do Tesouro são emitidos pelo Governo Federal e são considerados os investimentos mais seguros do país. O valor mínimo para investir é baixo e existem alternativas para curto, médio e longo prazo. Além disso, as aplicações apresentam liquidez diária.

CDBs

Os certificados de depósito bancário (CDBs) são títulos emitidos por instituições financeiras e oferecem diferentes rentabilidades e prazos. O investimento conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Assim, há o ressarcimento do investimento em caso de problemas no emissor, até o limite de R$ 250 mil por instituição financeira e por CPF. O teto é de R$ 1 milhão, renovável a cada 4 anos.

LCIs e LCAs

As letras de crédito imobiliário (LCIs) e do agronegócio (LCAs) são semelhantes ao CDB. A principal diferença é que elas são isentas do Imposto de Renda, pois recebem incentivo fiscal por fomentar segmentos econômicos específicos.

Debêntures

As debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas públicas ou privadas que desejam captar recursos. Em geral, o capital é usado para quitar dívidas, realizar melhorias ou fomentar os projetos dessas companhias, por exemplo.

E os principais investimentos de renda fixa do mercado americano?

Os investimentos de renda fixa não se limitam ao mercado brasileiro. Quem se interessa em investir no mercado norte-americano, por exemplo, precisa conhecer as principais alternativas desse país. 

Entre elas, estão:

Bonds

Bonds são títulos de dívida emitidos no mercado internacional por empresas e Governos. O objetivo é obter recursos financeiros para os seus projetos. Cada país tem suas próprias regras de emissão, porém, de modo geral, eles são compreendidos conforme o modelo dos títulos americanos.

Assim, o título pode ser emitido a partir da promessa de pagamento do montante principal acrescido de uma taxa de juros até a data de vencimento.

Certificate of deposit

O certificate of deposit (CDs) tem conceito semelhante aos bonds. Contudo, os emissores desses títulos são bancos ou instituições financeiras norte-americanas. O principal objetivo da emissão desses certificados é captar recursos para financiar operações de crédito.

Quando investir na renda fixa?

Como você viu, a renda fixa pode ser a porta de entrada para investidores iniciantes no mercado financeiro. Aqueles com menor tolerância ao risco também podem se interessar pelos títulos dessa classe, pois ela oferece mais segurança e previsibilidade de ganhos.

Contudo, como os investimentos de renda fixa apresentam diversas características, eles podem se alinhar a diferentes perfis de investidores e objetivos financeiros. Afinal, ela também permite equilibrar os riscos do portfólio ou atender a metas específicas que exijam maior proteção. 

Pode haver variação negativa na renda fixa?

Alguns tipos de renda fixa podem sofrer variação negativa em razão da famosa marcação a mercado. Em geral, esses títulos são os prefixados, que têm seu rendimento estabelecido no momento em que você faz o investimento. 

Como os títulos de renda fixa podem ser resgatados antes do vencimento, o seu valor pode sofrer alterações durante o período em razão de mudanças nas condições econômicas ou de mercado como, por exemplo, o aumento na taxa básica de juros.  

Para definir quanto vale o título de renda fixa no momento atual, existe a marcação a mercado, que faz a atualização do valor pelo preço que o título é negociado no mercado, dadas as forças de oferta e demanda. 

Em resumo, o valor do título prefixado pode variar negativamente antes do prazo de vencimento, mas o “prejuízo”, de fato, só ocorre se você realizar o resgate antes do vencimento. Caso você não venda antes do prazo, você receberá o valor principal acrescido dos juros fixados para o período.

Além disso, é possível investir em renda fixa por meio de fundos negociados em bolsa (ETFs). Nesse caso, o investimento não tem vencimento, mas também pode ficar negativo em razão da marcação a mercados dos títulos ou até mesmo em razão da precificação (oferta e demanda) do próprio ETF na Bolsa.

Como compor a carteira com investimentos de renda fixa?

Após conhecer os principais títulos de renda fixa do mercado brasileiro e norte-americano, você pode se interessar pelo investimento. Para compor a sua carteira, o primeiro passo é definir o objetivo da aplicação.

Depois, é necessário identificar o prazo desse objetivo. Se a ideia é montar sua reserva de emergência, por exemplo, é preciso escolher uma aplicação na qual o dinheiro fique disponível a qualquer momento.

Ao compor a carteira com investimentos de renda fixa, também é importante diversificar as escolhas. Assim, o portfólio não fica exposto a apenas um fator, o que poderia comprometer todo o seu capital.

Por esse motivo, considerar os títulos de renda fixa do mercado norte-americano também pode ser interessante. Nesse caso, outra vantagem a se considerar é a dolarização da carteira. Ou seja, a vinculação de parte do seu patrimônio à moeda estrangeira. 

Afinal, o dólar é historicamente forte e utilizado mundialmente por diversos bancos centrais. Logo, a moeda tende a ter menor instabilidade diante de questões econômicas e políticas. Dessa forma, ter investimentos atrelados a ela pode ser uma forma de proteção do portfólio.

Agora você sabe como funciona a renda fixa e conhece os principais investimentos disponíveis no mercado brasileiro e internacional. Antes de começar a investir, analise as alternativas e considere o seu perfil e objetivos pessoais. Assim, é possível fazer escolhas mais alinhadas às suas necessidades.


CONHEÇA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS


© 2022 NOMAD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Juntos com a Nomad

Drive Wealth logo ourinvest logo fram capital